O tempo arranca cada fragmento de sanidade da alma, cada vez que por aqui passa.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Winter Love

Já ouviste falar de feridas? Pronto. Eu tenho uma. Não é bem uma ferida... é uma espécie de ferida. E como todas as feridas, a minha dói cada vez que se lhe toca. Por isso é melhor não lhe voltar a passar o dedo. Pergunto-te se alguma vez irá cicatrizar e eu voltarei a olhar para ti da maneira como sempre olhei, mas sinceramente já perdi a esperança disso. O tempo pode ajudar a esquecer e ultrapassar muitas dores, mas nunca conseguirá retroceder e apagar aquilo que já aconteceu.

Existem muitas coisas com que não vale a pena perder tempo, tu és uma delas. Por mais que me custe hoje desisto. (...) desisto de ti, de nós. Deixei o verde. Pus a mochila as costas e segui em frente sem olhar para trás; assim se um dia quiser voltar, não vou saber onde estás.

Já pensaste no quanto isso pode ser bom?

Parece que me fico pelo laranja.

Ps: tinha um erro no texto que a Catarina corrigiu (Obrigado)!

10 comentários:

  1. e eu amo este texto.
    já me tinhas mandado umas partes *
    "O tempo pode ajudar a esquecer e ultrapassar muitas dores, mas nunca conseguirá retroceder e apagar aquilo que já aconteceu."
    adorei!

    ResponderEliminar
  2. É graças a essas feridas que crescemos e nos tornamos fortes. Um dia, ainda vais olhar para trás e sentir-te satisfeito porque conseguiste ultrapassar. Ninguém te pode dizer que é fácil ou que é difícil pois cada pessoa tem a sua maneira de sofrer e de ver as coisas. Mas eu posso afirmar com todas as minhas certezas que és forte e que mais tarde, ou mais cedo vais ultrapassar. E eu estarei sempre aqui contigo (L)

    ResponderEliminar
  3. Texto lindo, e verdadeiro.
    Todas as pessoas têm feridas, por mais pequeninas que sejam.
    Uns lidam com elas de uma forma, outros lidam de outra.
    De qualquer das maneiras que tu decidas lidar, eu vou estar sempre ao teu lado, para o que der e vier.
    Amo-te tanto <3

    ResponderEliminar
  4. Gostei deste texto Hugo :')
    Vou seguir*

    ResponderEliminar
  5. ' texto lindo *-*
    - beijinho, vou seguir :')

    ResponderEliminar
  6. por vezes à feridas que por mais esforço que o tempo faça nunca conseguirá cicatrizar definitivamente. óbvio que ajuda mas por vezes não cura. à coisas que a vida se encarrega de iniciar e que no momento certo acabará por terminar. e por mais corda que dês ao teu relógio o tempo não irá passar mais depressa. tudo tem o seu tempo e se for hora disso, segue em frente. {:

    ps: vou seguir(-te).

    ResponderEliminar
  7. oh Hugo, mas é que gosto mesmo, mesmo !, tenho de aprender a fazer assim umas coisas :X
    O texto *.*

    ResponderEliminar